MIA - Seção em Português
Giancarlo Pajetta
foto Giancarlo Pajetta
1911-1990

 

Político comunista italiano. Nascido em Turim, tornou-se militante do PCI (Partido Comunista Italiano) durante a juventude. Preso em 1927, parte para o exílio na França, em 1931, tornando-se representante italiano da Internacional Comunista. Regressado secretamente a Itália é de novo preso, desta vez condenado a 21 anos de prisão, pelo regime fascista. Com a queda do fascismo em 1943, Pajetta entra para a “Brigada Garibaldi”, da resistência anti-fascista. Em 1944 foi indicado um dos presidentes do triunvirato do Comité de Libertação Nacional e chefe do estado maior das forças armadas da resistência. Membro do Secretariado Nacional do PCI, de 1948 a 1985, com a responsabilidade pelas relações internacionais. Eleito para o parlamento italiano de 1946 até à sua morte e pelo parlamento europeu, em 1984. Director do jornal “L’Unità”, órgão central do PCI e do periódico marxista “Rinascità”.

Membro da corrente “migliorista” juntamente com Giorgio Amendola e Giorgio Napolitano, muitas vezes em contraste com a linha do líder do partido. Opôs-se ao projecto de Achille Occhetto de transformar o PCI numa força social–democrata. Pajetta faleceu repentinamente, em casa, em Roma, em Setembro de 1990, antes da dissolução do PCI. As cerimónias fúnebres foram seguidas por 200.000 pessoas.

Atualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

1975 - Dez Pelo Socialismo na Europa
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Abriu o arquivo 02/06/2015